sábado, 24 de julio de 2010

Boniface Ofogo ha sido expulsado de Brasil

Nuestro compatriota de cuentos, Boni, camerunés con residencia en Madrid desde 1988, ha sido expulsado de Brasil por la policía brasileira de aduanas. Lo esperabamos en Rio de Janeiro para el Simposio Internacional de Contadores de Histórias, donde me encuentro ahora junto a Benita Prietro y Enrique Páez, pero él no ha podido llegar. La policía de aduanas se lo llevó escoltado hasta la escalerilla del avión que lo trajo, sin llegar a salir del aeropouerto, y lo regresaron por la fuerza a Lisboa, y de allí a Madrid.

Está indignado. Nosotros también.

Esta es la nota que Benita Prieto, organizadora del Simposio, ha difundido a todos los medios:

Boniface Ofogo Nkama (http://www.boniofogo.com/ ) nascido na
República dos Camarões e radicado na Espanha desde 1988, nosso convidado para o
Simpósio Internacional de Contadores de Histórias (www.simposiodecontadores.com.br)
que acontecerá na próxima semana, no Rio de Janeiro e em Ouro Preto, foi
impedido de entrar no Brasil, no aeroporto de Confins/BH, pela Polícia Federal
que alegou falta de visto, no dia 23/07/2010(sexta-feira),vindo de Madri em voo
da TAP.

Ele havia estado com a Vice-Cônsul do Brasil em
Madri, no dia 20/07, com toda a documentação e foi informado que há pouco tempo
foi celebrado um acordo que dispensava o visto dos cidadãos camaroneses.
Confirmando o e-mail que eu havia recebido do setor de vistos do Consulado do
Brasil em Madri dizendo não haver necessidade, pois a carta convite de
intercambio cultural era suficiente para sua estada no país, como turista,
durante três meses.

Boniface embarcou sem problemas, mas ao chegar ao
aeroporto de Confins/MG a Policia Federal não permitiu sua entrada. Embora ele
tenha relatado toda a situação, mostrado os documentos, cartas, e-mails, seus
livros, o programa do Simpósio de Contadores. UMA SITUAÇÃO HUMILHANTE E
CONSTRANGEDORA.

Boniface me telefonou às 17 horas dizendo que às 19
horas seria DEVOLVIDO a Madri. Imediatamente liguei para a Polícia Federal do
aeroporto de Confins perguntando o que poderíamos fazer. E eles me disseram que
nada.

Recorremos ao serviço de imigração e o Ministério das
Relações Exteriores enviou uma permissão para a entrada no país.
A Polícia
Federal alega que a permissão chegou as 19h31 e o voo já havia partido as 19
horas. E novamente me disse que não se podia fazer mais nada.

ESSA ATITUDE É INACEITÁVEL. Boniface é um artista
reconhecido internacionalmente e que já esteve em 18 países sem nenhum problema,
inclusive no Brasil, em dois simpósios anteriores, e foi um dos protagonistas do
documentário Histórias que gravamos aqui em 2005.

Estou
envergonhada e preciso tomar uma atitude, pois tenho certeza que houve
PRECONCEITO COM UM AFRICANO, POR SER NEGRO E ARTISTA.

Boniface é um
artista excepcional, um contador de histórias, um intelectual, um mediador
intercultural, um escritor. Vinha para o Brasil para estrear no Simpósio o
documentário En Memória uma homenagem a seu pai, recentemente falecido.Ele é da
etnia yambasa onde seu pai era rei e o detentor da palavra, um mestre da cultura
popular.E Boniface por tradição agora representa na sua etnia o que foi seu
pai.

Nossa primeira ação foi entregar para um advogado todos os
documentos pedindo que Boniface seja trazido ao Brasil para o evento com todo o
respeito e dignidade que merece. E com um pedido de desculpas do governo
brasileiro.

A situação é lamentável nesse momento em que o
Presidente Lula acaba de voltar da Africa para acordos de cooperação com esse
continente que é o berço da humanidade.

E imaginem o que pode acontecer na Copa do Mundo de
2014 e nas Olimpíadas de 2016 se as informações dos consulados do Brasil no
exterior divergem das que existem no nosso país.

Peço a todos que
nos apoiem enviando este email para sua rede de amigos e para todas as
instituições públicas e privadas, nacionais e internacionais, que conheçam. E
repliquem esse e-mail nos seus blogs e nas redes sociais.

Benita
Prieto
Idealizadora e Produtora do Simpósio
e-mail : simposiodecontadores@simposiodecontadores.com.br


Un abrazo solidario para Boni.

No hay comentarios: